• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Eisa construirá últimos 4 navios do Promef I

eisaA Transpetro assinou ontem contrato com o estaleiro Eisa para a construção de quatro Panamax, previstos para a primeira fase do seu Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). Com isso estão contratados todos os 26 navios do Promef I.

O contrato com o Eisa tem a base de preço da proposta vencedora na licitação do Rionaval, que foi de US$ 349 milhões pelos quatro Panamax, que terão 73 mil tpb. Em novembro a Transpetro já havia assinado contrato com o estaleiro Atlântico Sul para a construção de cinco Aframax. Os nove navios deveriam ser construídos pelo consórcio Rionaval, que venceu a licitação promovida pela Transpetro. O consórcio (formado pelas empresas MPE e Sermetal) desistiu das encomendas. A decisão foi atribuída à falta de acordo para o arrendamento da área do antigo Ishibras, no Caju. Segundo o consórcio, sem um contrato de 20 anos a preços adequados, não seriam viáveis os investimentos necessários para modernizar das instalações e atender aos rígidos padrões estabelecidos pelo Promef. Ainda não há previsão de quando serão assinados os contratos de financiamento com o BNDES para a construção dos quatro Panamax e cinco Aframax.

Com a encomenda ao Eisa agora já são oito os navios a serem construídos no estaleiro do Rio de Janeiro: o estaleiro Mauá, em Niterói, já havia assinado contrato com a Transpetro para construir quatro petroleiros destinados ao transporte de produtos claros.

No total, a primeira fase do Promef prevê investimentos de US$ 2,5 bilhões na construção de 26 navios. A segunda fase do Promef , com previsão para a construção de mais 23 navios, começou em julho, com o envio dos editais para os estaleiros convidados. Estão programados para a segunda fase sete navios petroleiros, quatro Suezmax e três Aframax, todos com posicionamento dinâmico (pela primeira vez fabricados no Brasil), além de nove navios de produtos, cinco para transportar gás liquefeito de petróleo e três para bunker. A entrega das propostas está prevista para este mês e o presidente da Transpetro nega os boatos sobre adiamento do prazo.

Eisa. Com instalações na Ilha do Governador, o estaleiro Eisa possui, além dos navios agora contratados, uma carteira de encomendas que inclui 10 petroleiros para a venezuelana PDVSA e cinco porta-contêineres de 2.700 TEUs para a Log-In, além de uma embarcação de apoio marítimo. Segundo o presidente da Transpetro, Sergio Machado, o Eisa está, portanto, plenamente habilitado tecnicamente para construir os navios da Transpetro.

A direção do Eisa atribui a modernização empreendida pelo estaleiro às diretrizes traçadas pelo Promef, que tem como premissa básica tornar a indústria naval brasileira competitiva internacionalmente.

O estaleiro investiu fortemente em equipamentos, treinamento, tecnologia e instalações. A existência de duas carreiras laterais de construção permite a fabricação simultânea de dois ou mais navios, o que garante boa capacidade produtiva e flexibilidade industrial.

Entre as várias melhorias executadas na área industrial destacam-se também três novos galpões para a construção de blocos; acréscimo do pátio de aço, passando a ter capacidade para estocar 50 mil toneladas; acréscimo dos galpões de serralheria, tubulação e mecânica; criação de duas áreas para a submontagem de peças específicas dos navios; prolongamento das áreas de operação dos pórticos; mudança do lay-out para obter melhor fluxo de produção; compra de 100 computadores e a aquisição de 120 máquinas robotizadas para soldagem.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: