• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Transpetro confirma estaleiro de R$ 430 milhões em Araçatuba

Com a negociação das propostas comerciais, a Transpetro concluiu mais uma etapa da concorrência pública internacional para a construção de 20 comboios de empurradores e barcaças, por meio do Promef Hidrovia. A obra será executada pelo novo Estaleiro Rio Tietê, projeto do consórcio formado pelas empresas Rio Maguari S.A. / SS Administração e Estre Petróleo, vencedor da licitação. O custo para construir a nova frota hidroviária é de US$ 239,1 milhões (R$ 432,3 milhões). “O próximo passo da licitação é a assinatura do contrato, prevista para outubro”, diz nota distribuída pela Transpetro. O novo estaleiro, às margens da Hidrovia Tietê-Paraná, será construído em Araçatuba. As obras do estaleiro começarão no início de 2011 e a nova frota de 20 comboios já começará a ser entregue a partir do último trimestre do próximo ano.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, Carlos Farias, acompanha o processo há muito tempo. Ontem Farias acompanhava representantes da empresa vencedora da concorrência, em São Paulo, para tratar de assuntos relacionados à licença ambiental. “Devemos dar todo apoio para que em janeiro o trabalho possa ser iniciado”, disse Farias, em entrevista exclusiva ao jornal O Liberal Regional.

“O projeto da hidrovia, integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), prevê que, a partir de 2013, a Transpetro faça o transporte fluvial de etanol. A operação demandará a construção de 20 empurradores e de 80 barcaças. Cada comboio será formado de quatro barcaças e de um empurrador, com capacidade para transportar 7,6 milhões de litros. Quando totalmente operacional, o volume anual transportado deverá chegar a 4 bilhões de litros”, diz a assessoria da Transpetro.

A operação dos novos comboios hidroviários integra o Programa de Logística Integrada de Escoamento de Etanol da Petrobras, que inclui, ainda, a construção de novos dutos, centros coletores e terminais.

LOCALIZAÇÃO

O estaleiro será construído em área de aproximadamente 74 mil metros quadrados ao lado do Porto Fluvial de Araçatuba. “Vamos desenvolver um projeto específico para aquela região do município“, disse Carlos Farias.

POSTOS DE TRABALHO

De acordo com a Transpetro, “A geração de empregos é uma das características mais marcantes do Promef Hidrovia. A projeção é que surjam 500 empregos diretos e 2.000 indiretos, em média, na construção do estaleiro. No pico das obras, os empregos diretos com a construção chegarão a 700. A operação do estaleiro demandará 300 trabalhadores em média, com a geração de mais 1.200 empregos indiretos. Já os comboios gerarão 400 empregos diretos e 1.600 indiretos na operação”.

A Hidrovia Tietê-Paraná levará o etanol produzido nas regiões Centro-Oeste e Sudeste para a Refinaria de Paulínia (Replan) e, de lá, por dutos, atingirá diversos terminais, incluindo os de São Sebastião (SP) e de Ilha D´Água (RJ), de onde será possível exportar o produto. A redução de custo de logística permitida pelo transporte hidroviário possibilitará ao etanol brasileiro disputar mercados internacionais de forma mais competitiva.

AMBIENTE

“O transporte do etanol pela hidrovia substituirá o equivalente a 40 mil viagens de caminhão por ano, com ganhos ambientais, econômicos e de segurança. O transporte hidroviário emite um quarto do CO2 e consome vinte vezes menos do combustível utilizado pelo rodoviário para uma mesma carga e distância”, diz a Transpetro.

DISPUTA

Mais de trinta estaleiros nacionais e internacionais foram convidados a participar da licitação. O Consórcio Rio Maguari, SS Administração e Estre Petróleo apresentou o menor preço, seguido pelos Estaleiros Unidos do Rio Tietê (consórcio formado pela SPI Astilleros e Superpesa Industrial Ltda) e pelo consórcio formado pela Intecnial S.A. e NM Engenharia e Construções Ltda.

CONQUISTA

A construção do estaleiro em Araçatuba, com investimentos superiores a R$ 430 milhões, vai mudar a história do município na avaliação do empresário Flávio Nasser. Para ele, esta obra “vale por uma administração municipal”. O prefeito Cido Sério também comemora a conquista, reforçando o empenho de sua administração e do PT em promover o desenvolvimento, mas preocupado com o homem e o meio ambiente.

Fontes: Newsletter Portos e Navios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: