• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Garantidos os recursos para a dragagem do Porto de Itajaí

Estão garantidos os recursos para dragagem de aprofundamento, de 11 para 14 metros, dos canais de acesso e bacia de evolução do Complexo Portuário de Itajaí. O aviso de homologação da Concorrência Pública Internacional aberta pela Secretaria de Portos da Presidência da República, de número SEP/PR 2/2010, foi publicado nesta sexta-feira, 17, no Diário Oficial da União. A conclusão está prevista para o segundo sementre de 2011.

Participaram do processo licitatório as empresas Construção e Comércio Camargo Correa S/A, Consórcio Triunfo, Consórcio DTA, Engenharia EIT, Jan De Nul do Brasil Dragagem Ltda., Dragabras Serviços de Dragagem Ltda., Bandeirantes Dragagem e Construção Ltda. e Van Oord Serviços de Operações Marítimas Ltda. Foi vencedora a Jan De Nul do Brasil Dragagem Ltda, com o custo aproximado de R$ 55 milhões, ante os R$ 64 milhões estimado inicialmente pela SEP. A obra faz parte das ações incluídas no Programa Nacional de Dragagem (PND), com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Antonio Ayres dos Santos Júnior, ressalta a importância dessa dragagem para o Complexo do Itajaí, que possibilitará a operação de navios maiores e mais modernos. “Precisamos destacar o esforço sobrenatural da SEP na homologação dessa concorrência ainda neste ano, o que garante a aplicação dos recursos”, afirma Ayres. Segundo o superintendente, caso encerrasse o exercício de 2010 e a licitação não fosse homologada, devido a recurso impetrado pela empresa Bandeirante Dragagens, que foi desclassificada, Itajaí perderia esses recursos.

O engenheiro explica que cada centímetro a mais de profundidade no canal possibilita um aumento de 60 toneladas na movimentação nominal de cargas por navio. “Os três metros que serão aumentados representarão a possibilidade de cada embarcação ampliar em 18 mil toneladas suas operações no Complexo, o que representa cerca de 600 contêineres por navio”, explica Ayres.

Fonte: NetMarinha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: