• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Vale realiza cerimônia de batismo de dois novos navios

 A Vale realizou na última sexta-feira, em Busan (Coréia do Sul), o batismo de dois novos navios VLOC (very large ore carriers), Vale Rio de Janeiro e Vale Itália, encomendados ao estaleiro Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering Co. Além do Vale Brasil, os dois mineraleiros também fazem parte de uma encomenda de sete navios ao estaleiro sul-coreano. O Vale Rio de Janeiro foi entregue nesta sexta-feira e o Vale Itália está previsto para ser entregue em outubro deste ano.

De acordo com a mineradora, o desenvolvimento deste projeto representou um enorme desafio tecnológico em termos de inovação. “Os navios permitem uma grande velocidade de carregamento e descarregamento, são adequados aos portos mais modernos do mundo e possuem eficiente sistema de drenagem, capaz de bombear água livre nos porões através de seis pocetos em cada um deles. Estes navios reduzem as emissões de carbono em 35% por tonelada de minério transportada. Em maio, o projeto recebeu o Nor-Shipping Clean Ship Award, prêmio internacional da indústria de navegação”, informou a empresa.

Uma infra-estrutura logística altamente eficiente constitui-se em elemento-chave para a competitividade no mercado de minério de ferro. Com o intuito de maximizar a eficiência de suas operações e atender ao crescimento da demanda global, a Vale está desenvolvendo várias iniciativas para obter economias de escala.

Os navios encomendados farão parte da solução logística entre os terminais marítimos da empresa no Brasil e os clientes europeus e asiáticos. Os mineraleiros têm alto padrão de segurança e contribuirão para reduzir o custo de transporte transoceânico de minério de ferro para as empresas siderúrgicas.

“Nosso objetivo é ter uma frota própria dedicada para parte de nossas exportações, uma frota que seja mais eficiente, sustentável, com alto padrão de segurança operacional e que contribua significativamente para a redução da volatilidade no mercado de frete”, afirma o diretor executivo de Marketing, Vendas e Estratégia, José Carlos Martins.

Fonte: www.portoenavios.com.br e Monitor Mercantil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: