• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Saída de campo

Enviado pelo aluno: Jardel Busatto Mello

Participação: Prof. Rubens

No dia 08 de outubro de 2011, os alunos do 7º período do Curso de Técnologia em Construção Naval da Univali participaram da atracação de dois navios no Porto de Itajaí. A operação se deu a bordo do rebocador Caillan, comandado pelo Mestre Mazito, da TUG Brasil. Durante toda a operação, os alunos Jardel, Elvis, Giancarlo e Michel, acompanhados pelo Professsor Rubens, puderam presenciar todo funcionamento da embarcação, explicado com detalhes pelo atencioso Mestre Mazito.

Já na sala de máquinas, a aula foi com o oficial de máquinas. Os funcionamentos das maquinas, tanto dos MCP’s como dos MCA’s, manobras do piano de válvulas, bombas, separadores de óleo e água, e os demais equipamentos, como quadros de comandos, QEP’s, QEA’s e demarradores.

A primeira atracação foi de um navio de médio porte, o Hansa Arendal, navio de transporte de containeres. O segundo navio atracado, este de grande porte e também de containeres, o MSC Brindisi, contou com o apoio de três rebocadores. A atividade realizada pelos alunos foi pioneira dentre os acadêmicos da Naval, porém, pretende-se que seja uma prática constante dentro do curso pela importância e pelo relevante conhecimento adquirido.

A equipe do Blog NavalUnivali,conferiu com o Prof. Rubens, mestre das disciplinas de Planejamento e Controle de Produção Naval, Reparo Naval e Maquinas Auxiliares, qual a importância de levar os acadêmicos do curso a uma visita técnica ou até mesmo a participar da manobra do navio. Veja a pequena entrevista:

Blog NavalUnivali : Quais os conhecientos que podem ser adquiridos pelos acadêmicos do curso, com as saídas de campo?

Prof. Rubens: Como já mencionado anteriormente, a importância dessas atividades é para que o curso possa se tornar o mais completo possível a todos os requintes exigidos pela indústria naval. Os professores, ensinam como se fabrica os rebocadores e é bom que também possamos mostrar como essas máquinas funcionam na realidade de uma operação portuária.

Temos idéia futuramente de aos poucos podermos fazer viagens até uma plataforma de petróleo a bordo de um PSV e participar de uma operação real.  Com isso os acadêmicos poderão sentir  na pele como é o dia-a-dia dessas embarcações e suas tripulações, podendo dar uma forma de opção, de após conclusão do curso, optarem pela Marinha Mercante, como oficiais de maquinas, náutica etc. Ou até mesmo ir ao comando dessas embarcações e navios, dando ao acadêmico, mais essa abertura que o curso de tecnólogo em Construção Naval proporciona.

Blog NavalUnivali: O professor considera que esses tipos de aulas, deveriam acontecer frequentemente durante o ano letivo, para aprimorar mais o conhecimento dos acadêmicos ?

Prof. Rubens: Sem dúvida nenhuma. Nós estamos fazendo o possível para que possamos cada vez mais proporcionar aos nossos academicos essas oportunidades de visitar estaleiros, tanto de obras novas, como de reparos.

Conseguir acesso as embarcações nem sempre é facil, porque existem uma série de procedimentos que devem ser tomadas. A segurança dos acadêmicos está em primeiro lugar, e depois em relação a Marinha , para poder estar no rol da embarcação, antes de poder estar a bordo.

Mas estamos no “bom caminho”  para realizarmos nossas idéias, junto com a coordenação do curso, dirigida pelo extraordinário professor Roberto Barddal, que já fez muitas mudaças em sua gestão, sempre para melhor, como é o caso do Laboratório da Naval, que estamos estudando cursos paralelos, de aperfeioçoamento dentro da área e logo colocaremos em prática.

Em nome do curso de Construção Naval e da turma presente na manobra, gostaríamos de agradecer cordialmente ao Sr. Heitor Barbosa, gerente de operações da TUG BRASIL Itajaí e a toda tripulação do Callian, por nos prestigiar com mais esse conhecimento. Nossos sinceros agradecimentos!

Uma resposta

  1. Gostei da propaganda do Jardel por mais saídas de campo. Acho que o caminho é esse mesmo, os alunos devem meter a cara e levar os professores junto, se for possível. Parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: