• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Volvo Ocean Race – Notícias

Sanya volta para Auckland e pode não vir a Itajaí

A perna de Auckland (Nova Zelândia) até Itajaí (Brasil) tem 6.705 milhas náuticas (12.424 quilômetros) e é a maior desta edição. A flotilha largou no domingo e tem enfrentado muitas dificuldades, mesmo antes de chegar ao temido Cabo Horn, na ponta do continente sul-americano, no Oceano Atlântico. Até agora dois barcos apresentaram problemas na etapa: primeiro o Abu Dhabi e agora os chinenes do Sanya. O barco de Mike Sanderson talvez não tenha tempo suficiente para chegar ao litoral catarinense. O primeiro veleiro deve aparecer na cidade catarinense no início do mês e neste momentos os barcos navegam pelo Oceano Índico, a 4.950 milhas náuticas do Brasil (9.170 quilômetros).

O Sanya está retornando para a Nova Zelândia e pode até abandonar a regata. Desta vez, o barco da China teve uma avaria no leme de fortuna e, para piorar a situação, um remendo no casco. Os asiáticos devem chegar em Auckland apenas na segunda-feira (26). Inicialmente, o time só voltará a correr em Miami.

“São poucas opções de cargueiros entre a Nova Zelândia e o Brasil e não temos muito tempo para fazer essa logística. Podemos ser mais realistas e voltar nos Estados Unidos, para velejar em maio.Se aparecer qualquer chance de levar o barco para Itajaí, nós vamos agarrar”, diz Mike Sanderson.

Outro que sofreu nessa perna foi o Abu Dhabi. Na primeira noite, o veleiro teve um problema na vela de proa e voltou para arrumar o defeito. Isso custou muito ao time de Ian Walker, que está distante do líder Camper. O veleiro de bandeira espanhola e neozelandesa tem 11 milhas de vantagem para o Groupama, segundo colocado, e 50 para o Telefónica, que está na ponta na classificação geral. O Puma completa a flotilha em quarto, porém a equipe de Ken Red está mais ao sul, onde os ventos são mais fortes.

Classificação da Volvo Ocean Race – após quatro pernas:
1º – Telefónica – 122 pontos
2º – Groupama – 107 pontos
3º – Camper – 104 pontos
4º – Puma – 83 pontos
5º – Abu Dhabi – 55 pontos
6º – Sanya – 25 pontos

 

Fontes: Volvo Ocean Race Itajaí

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: