• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Navio João Cândido é finalmente entregue à Transpetro

O navio João Cândido, primeiro petroleiro construído no Nordeste, já começou a navegar rumo à Bacia de Campos. A embarcação deu início ao procedimento de desatracação do cais do Estaleiro Atlântico Sul (EAS) às 12h05, na reta final da cerimônia que marcou a entrega do navio à Transpetro.

A cerimônia durou duas horas e terminou por volta das 12h40. Além da euforia pela retomada da indústria naval brasileira, o tom dos discursos também foi o de apaziguar as críticas em relação ao atraso de quase dois anos na entrega. Quem falou lembrou que os trabalhadores estão aprendendo e, por isso, os atrasos são justificados.

“Existe uma curva de aprendizagem. A Coreia do Sul demorou 30 anos para consolidar a indústria naval. Estamos fazendo isso aqui mais rápido”, afirmou o Governador Eduardo Campos. Ele lembrou que o Brasil gastava US$ 18 bilhões com o afretamento de navios antes de lançar o Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef).

Eduardo disse também que, hoje, a Petrobras aluga cerca de 400 navios para transportar seus produtos. “Essa realidade vai mudar com a retomada da indústria naval.”

Último a falar, o Presidente da Transpetro, Sérgio Machado, disse que o EAS sofreu preconceito e que estamos formando uma indústria de classe mundial. “Esse navio é a marca dos nordestinos”, afirmou em seu discurso.

Mas na entrevista coletiva que concedeu após a cerimônia, Sérgio Machado informou que o estaleiro foi multado na semana passada por conta do atraso na entrega. Ele afirmou que o valor da multa não poderia ser divulgado por motivo contratual. “Mas o valor pode ser revisto ou mesmo suspenso de acordo com as justificativas dadas pelo EAS.”

A Presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, que veio representando a Presidente Dilma Rousseff, não discursou.

Com 274 metros de comprimento e 51 metros de altura, o João Cândido passa a ser o maior e mais moderno navio com bandeira brasileira. Nos dois ou três primeiros meses, fará apenas viagens na costa brasileira. Este é o prazo para que saiam as licenças que vão permitir as viagens internacionais.

Ontem, ao apresentar o navio para a imprensa, o Comandante, Carlos Augusto Müller, destacou que o João Cândido é capaz de fazer uma viagem de volta ao mundo sem precisar reabastecer.

Após ser carregado com petróleo extraído da Bacia de Campos, o João Cândido seguirá para o terminal Almirante Barroso, em São Sebastião (SP), de onde ocombustível seguirá para refinarias da Petrobrás. Apesar de estar navegando em direção ao Rio desde o início da tarde de sexta-feira, as dúvidas em relação à capacidade operacional do João Cândido só devem ser dirimidas após o navio concluir sua primeira missão com sucesso

Com as informações – Juliana Cavalcanti / Diário de Pernambuco / iG

Fonte: Portal Marítimo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: