• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Senai implanta quatro centros de treinamento em Construção Naval

Projeto é fruto de parceira com agência de cooperações japonesa. Início das atividades está prevista para este ano ainda

A Japan International Cooperation Agency (JICA), a maior agência de cooperações do mundo, vai investir R$ 10 milhões na implantação de núcleos de formação de trabalhadores para a indústria naval no Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Sul. Os núcleos serão instalados nas unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), nesses quatro estados.

Além da modernização tecnológica das escolas do SENAI, a parceria com a agência japonesa permitirá a capacitação, nos próximos quatro anos, de 100 técnicos altamente especializados em áreas como mecânica naval, gestão da produção naval e soldagem de materiais compostos, muito utilizada no setor.

“Após o término do convênio, os núcleos continuarão a treinar técnicos nessas áreas”, afirma o gerente executivo de Relações Internacionais do SENAI, Frederico Lamego. O acordo formal entre o SENAI e a JICA deve ser firmado até o final de agosto e as atividades começam ainda este ano.

A parceria surgiu da necessidade de qualificação de mão de obra para duas grandes empresas japonesas, que negociam estaleiros no Brasil: a Ishikawajima-Harima Heavy Industries, que comprou 25% do Estaleiro Atlântico Sul (EAS), e a Kawasaky Heavy Industries, que está de olho em estaleiros em Salvador. Com a capacitação de brasileiros, as empresas japonesas precisarão contratar apenas 20 profissionais do Japão. Os demais técnicos especializados serão brasileiros formados pelo projeto da JICA e do SENAI.

SALÁRIOS – Os salários dos técnicos formados para os estaleiros podem chegar a R$ 4 mil, de acordo com o SENAI. No Rio, estado onde será instalado um dos núcleos, um mecânico naval ganha em média R$ 3,7 mil, mas a formação específica para o projeto deve elevar a remuneração. Além disso, os salários do setor vêm aumentando rapidamente por causa do aumento da demanda por navios no país. Em 2011, um trabalhador com a mesma formação ganhava R$ 3,4 mil em média, cerca de 10% a menos que em 2013.

Fontes: Exportnews

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: