• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

SINAVAL irá capacitar profissionais

O objetivo é capacitar neste primeiro semestre 1.500 profissionais para segmentos da economia fluminense.

Este é o objetivo da parceria entre a Secretaria de Trabalho e Emprego do Rio com o Sindicato Nacional da Indústria de Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval). Do total a ser qualificado, cerca de 200 profissionais serão treinados para soldador e montador de estruturas metálicas. Esse projeto de qualificação faz parte do Plantec, que é um convênio da Secretaria com o Ministério do Trabalho e Emprego e será feito em 30 cidades, conforme disse ao MONITOR MERCANTIL o chefe da pasta, Sérgio Tavares Romay, acrescentando que para o segundo semestre o objetivo são 5 mil pessoas, através do Promatec.

“Nessa etapa, os cursos serão estendidos para 42 cidades do Estado do Rio. Evidentemente que terão alguns cursos cujo objetivo é atender as áreas da construção naval e de petróleo e gás. Para isso, nós estabelecemos esta pareceria com o Sinaval para fazermos de comum acordo a qualificação desses profissionais”.

O Plantec, segundo ele, vai ser implementado em três estaleiros de Niterói (Mauá, Aliança e Vard Promar). O outro estaleiro que receberá o programa fica no município de Angra dos Reis. “Cabe ao Sinaval dizer para mim, agora, onde eles querem que seja ministrado esse curso.”

Romay disse ainda que a definição ocorrerá logo após o período carnavalesco, quando deverá haver uma reunião com a diretoria da entidade. E fez questão de ressaltar que levou esse programa de qualificação profissional ao sindicato para que depois não digam que o Estado não está mobilizado, não está sentindo as dificuldades do setor.

Para ele, esse programa deveria contar também com a participação da Petrobras e da Transpetro. “Esse programa é extremamente importante não só no âmbito do Rio, onde estamos fazendo a nossa parte, mas para o Brasil. Assim, acho que a Petrobras e a Transpetro deveriam participar. Atualmente, há estaleiros na Bahia, no Rio Grande do Sul, Pernambuco… enfim, o país está cheio de estaleiros. O Rio não é mais o foco da construção naval. Por isso, acho importante a participação das duas empresas, sobretudo com o pré-sal”.

 

Fonte: Monitor Mercantil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: