• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Pesquisadores de Florianópolis desenvolvem Veículo Aquático Não-Tripulado de Navegação Autônoma


Roaz_pequeno

 

 

A localização da estaca desaparecida das obras de recuperação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, foi executada por uma embarcação autônoma e não-tripulada para monitoramento e coleta de dados do meio ambiente aquático, desenvolvida com apoio do governo estadual.

Chamado de Roaz, o barco resultou de um projeto selecionado e já contratado pelo Tecnova, programa nacional de subvenção econômica a micro e pequenas empresas, operado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC).

O Roaz é um Veículo Aquático Não-Tripulado de Navegação Autônoma (VANTNA) que tem trajetória previamente programada e acompanhada por uma equipe. Sua navegação pode ter interferência dos controladores, como explica Roberto Böell Vaz, um dos idealizadores do projeto: “o Roaz permite que o operador, de um posto de controle, assuma os comandos da embarcação caso deseje alterar a rota, promover a abordagem de outra embarcação em casos de vigilância ou realizar uma prospecção em local não programado.”

O veículo tem capacidade de coletar informações ambientais de diversos tipos, como clima, condições atmosféricas, topografia subaquática, dados para análise da qualidade da água (temperatura, cor, turbidez, oxigênio dissolvido, salinidade, pH, clorofila A, coliformes fecais e poluentes). A transmissão desses dados é feita em tempo real para a estação de controle, onde são analisados e armazenados.

Algumas operações são realizadas a pedido de órgãos da Vigilância Sanitária. Nelas são colhidas amostras para análise da qualidade da água destinada ao uso e consumo humano ou balneabilidade. As amostras de água são encaminhadas para cultura e análise microbiológica.

O projeto Roaz já havia recebido recursos do governo estadual por meio do Sinapse da Inovação Operação II, e desde 2012 o veículo já foi contratado para monitorar sete locais do Brasil, com diferentes objetivos. A partir do incentivo financeiro da FAPESC e da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), parceiras no programa Tecnova, a equipe vai montar uma embarcação de menor porte para monitorar áreas com baixa variação de ondas. Além disso, Vaz diz que “o aprimoramento do protótipo pressupõe a evolução do casco atual para uma versão mais robusta e resistente”.

O nome “Roaz” é inspirado no Golfinho Roaz-Corvineiro, também conhecido por Golfinho-Nariz-de-Garrafa. É uma das espécies mais conhecidas de golfinho no mundo, por ser a espécie do golfinho Flipper e por sua presença em águas costeiras e oceânicas de todos os mares do mundo.

Local Objetivo Duração
Praia do Meio – Coqueiros Teste de navegação 4 horas
Beira-mar Norte Teste de navegação e funcionamento de sondas 2 horas
Canal sob a Ponte Hercílio Luz Operação de Ecobatimetria e localização da estaca perdida das obras de restauração da ponte 6 horas
Região da Tapera Monitoramento ambiental relativo ao vazamento de óleo mineral de uma subestação desativada 4 dias
Baía da Babitonga Monitoramento ambiental 6 horas
Raia da USP – São Paulo Monitoramento ambiental 4 horas
Rio Pinheiros – São Paulo Monitoramento ambiental – Teste de funcionalidades em ambiente de poluição extrema 6 dias

Fonte: Jéssica Trombini / FAPESC com informações do Roaz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: