• Univali

  • Seja você também um profissional da construção naval!

  • Curta nossa FanPage

  • Equipe Ubá Suy Aram

    Desafio Solar Brasil

  • ANI

  • Livro de Regras ABS

    ABS - 2008
  • Principais Estaleiros no Mundo

  • Programação de Navios

    Programação de Navios
  • Arquivos

Rafaela Anciutti Zardo

A área naval oferece um leque de opções de carreiras e de exercício da profissão de tecnólogo em construção naval. Uma delas é o ingresso na escola da Marinha Mercante do Brasil, prestando concurso para estudar e se formar como Segundo Oficial de Náutica ou Máquinas (ASON/M). O Por Onde Anda tem a honrar de apresentar a egressa Rafaela Zardo, que é a primeira Tecnóloga do curso de Construção Naval da Univali a ingressar no ASOM. Ela dá dicas para quem quer seguir carreira embarcado, viajar por águas nacionais e internacionais e também fazer valer a formação marítima. Confira qual foi a trajetória da Rafaela de secretária a estudante de Oficial de Máquinas da Marinha Mercante do Brasil!

Nome: Rafaela Anciutti Zardo

Idade: 23 anos

Cidade que mora: Belém – PA

Início e término do curso: 2006 – 2010

Profissão atual: Estudante do ASOM – Adaptação para Segundo Oficial de Máquinas da Marinha Mercante

Blog NavalUnivali: O que você fazia antes de iniciar o curso?

Rafaela Zardo: Já trabalhei em alguns lugares antes, como auxiliar administrativo, secretária e o último antes de iniciar o curso foi de atendente em um bingo, algo que não tinha nada relacionado com a área que escolhi seguir carreira.

Blog NavalUnivali: Como e porque escolheu cursar Tecnologia em Construção Naval?

Rafaela Zardo: Eu tive conhecimento do curso e achei muito interessante, pois era um curso novo em uma área ótima e que estava em grande crescimento. Sempre gostei da parte de engenharia e como o curso é voltado para tal resolvi tentar.

Rafaela, durante a faculdade, iniciou carreira em estaleiros de embarcações de lazer, ao se formar, ao todo, concluiu 4 anos de experiência em Yatchs e Lanchas.

Blog NavalUnivali: Dentre o corpo docente (mestres e professores) como você descreve esse grupo?

Rafaela Zardo: Bom, como todo  curso tem partes satisfatórias e outras que deixam muito a desejar.

Blog NavalUnivali: Quanto à universidade contribuiu para o seu crescimento profissional?

Rafaela Zardo: Muito, pois adquiri conhecimento e um currículo melhor com o diploma, assim me proporcionando melhores opções de empregos na área que eu realmente gosto de trabalhar, e hoje estou fazendo ASOM graças ter me formado como Tecnóloga em Construção Naval.

Blog NavalUnivali: Gostou do curso? Recomenda? Por quê?

Rafaela Zardo: Sim, gostei e recomendo para quem realmente gosta dessa área! Porque é muito satisfatório aprender algo tão grandioso como a construção naval, além de abrir portas para trabalhar na área que você realmente gosta.

Na colação de grau com o coordenador e professor Roberto Barddal

Blog NavalUnivali: Qual a disciplina que você se interessava mais e por quê?

Rafaela Zardo: Bom, teve várias interessantes e outras nem tanto, mas no geral o que mais me interessou foi as disciplinas de arquitetura naval, construção naval, máquinas marítimas entre outras voltadas diretamente para a área.

Blog NavalUnivali: Hoje você utiliza o que aprendeu durante os semestres na faculdade? Já utilizou alguma vez para aprimorar sua função em algum trabalho especifico? Conte-nos!

Rafaela Zardo: Sim com certeza! Já usei quando trabalhei em estaleiro, pois a minha formação me ensinou onde buscar soluções para problemas ou melhorias que podemos fazer, e hoje no ASOM está me ajudando muito, pois estou revendo várias matérias que tive na faculdade.

Blog NavalUnivali: Acredita que falta alguma disciplina ou assunto importante durante o curso? Qual e por quê?

Rafaela Zardo: Acredito que falta matérias sim! Talvez voltados para a aplicação prática, pois a teoria é muito diferente da pratica.

Blog NavalUnivali: Conte em que área você trabalha hoje e como chegou aqui. Porque escolheu essa área?

Rafaela Zardo: Hoje estou fazendo ASOM, pois passei em um “concurso” , onde futuramente vou trabalhar embarcada em navios mercantes como Oficial de Máquinas. Desde que entrei no curso tinha esse objetivo e estou muito feliz por essa conquista!

Rafaela nos conta também como foi a prova do ASOM e como está sendo a vida na escola da Marinha Mercante :

| Bom, a prova do ASOM não é fácil, você precisa estudar muito! Durante a faculdade vi bastante assuntos que me ajudaram na pontuação, e me puseram aqui dentro na Marinha Mercante. Claro que você precisa saber assuntos relacionados a física, cálculos 1 e 2, português, ingles e até aqueles assuntos que eu não dava muita bola na faculdade, como resistências dos materiais, mecânica dos corpos rígidos, entre outras!

A prova não está tão disputada, não é como um concurso da Petrobrás, que abre uma vaga apenas por área para todo o país. o ASON/M está abrindo muitas vagas!

Fiz a prova e passei para Máquinas. Além da prova escrita você precisa fazer o teste físico que engloba corrida e natação. Depois também, vem o período de adaptação, que nada mais é , do que a entrega da documentação na escola que você for selecionado e o local que você precisa encontrar para morar, quando você não se encaixa em regime de internato. O período de adaptação ainda é eliminatório.
Hoje eu estou no CIABA que fica em Belém no Pará.

Aula de prática de sobrevivência com a turma do ASOM

Rafaela completa: Na escola estudamos 8horas, as matérias são um pouco mais complexas do que já vimos no curso de construção naval da Univali, e outras que não vimos também! Aulas práticas de combate a incêndio, sobrevivência e primeiros socorros também formam parte do ensinamento assim como outras matérias para área naval e trabalho embarcado e visitas á navios da Marinha.

Nós ficamos 8 meses estudando em terra, e depois precisamos buscar uma empresa que nos empregue como estagiários para que possamos concluir o curso. A escola encaminha o aluno, mas é dever de todos correr atras do contratante. O estagio é remunerado pela empresa que contratar. A experiência deve ser ótima, em base que tenho dos meus colegas que já estão estagiando e navegando águas nacionais e internacionais. Quando se formar, você precisa correr atras da empresa que você vai exercer a função, neste caso, eu, Segundo Oficial de Máquinas da Marinha Mercante do Brasil em breve!

As mulheres estão cada vez mais dominando seu espaço nesta área, ainda somos poucas, mas estamos aqui na disputa!

O sonho está no caminho, depois é só navegar ao sucesso!

Blog NavalUnivali: Pretende se aprimorar ou se especializar em Construção Naval? Em que área e por quê?

Rafaela Zardo: Sim, na verdade já estou fazendo como se fosse uma especialização, pois o ASOM é muito mais que uma especialização em minha opinião, sendo um “complemento” do nosso curso, nos possibilitando trabalhar embarcado em navios mercantes como Oficial de Máquinas ( no meu caso), mas pretendo sempre estar me qualificando cada vez mais nessa área.

Blog NavalUnivali: Qual o título do TCC? Porque desse título?

Rafaela Zardo: Gerenciamento de materiais para a construção de embarcações de fibra de vidro de pequeno porte. Porque o grande problema na maioria dos estaleiro é a gestão de materiais, e assim eu quis propor uma melhoria desse setor no estaleiro na época, do qual eu fiz meu TCC.

Blog NavalUnivali: Como foi o desempenho do seu orientador eu lhe ajudar a desenvolver o TCC?

Rafaela Zardo: Meu orientador era muito bom em questão de conhecimento nessa parte, porém ele não tinha muito tempo para me orientar, então foi um pouco complicado.

Blog NavalUnivali: Deixe um incentivo ou um recado aos futuros profissionais navais:

Rafaela Zardo: Meu incentivo é: Se o final valer a pena o caminho não importa! E quem faz seu caminho é você! Boa sorte e sucesso a todos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: